Notícias

Trabalhadores em mobilização na Alba no dia 3 de julho Foto: Niassa Jamena/Sintaj

Apesar da intensa mobilização dos trabalhadores da Justiça baiana na Alba (Assembleia Legislativa da Bahia) nesta segunda-feira (9), o projeto que cria a VPI (vantagem Pessoal de Incentivo) – bem como nenhum dos outros textos de interesse do Poder Judiciário – foi mais uma vez negligenciado por grande parte dos deputados baianos e não foi votado.

Os servidores da Justiça se fizeram presentes nas galerias do Plenário da Casa desde o início da sessão com o objetivo de pressionar os deputados a votarem a matéria, já aprovada no Tribunal Pleno no dia 20 de junho. No entanto, o líder do governo na Alba, deputado Zé Neto (PT), como já vinha fazendo nas sessões anteriores, se manteve irredutível e não aceitou assinar a dispensa de formalidades que possibilitaria a apreciação da norma.

A deputada Fabíola Mansur (PSB), ao assumir temporariamente a presidência, autorizou uma suspensão da sessão de 10 minutos para que as bancadas tentassem chegar a um acordo para colocar o projeto em votação, o que gerou grande confusão no Plenário motivado pela negativa de outros deputados governistas.

Deputados divergem sobre aprovação do projeto da VPI Foto: Caique Oliveira/Sintaj

O presidente Ângelo Coronel também concedeu um recesso para que houvesse diálogo entre as bancadas, mas não houve consenso, apesar dos protestos dos trabalhadores. Por fim foi aprovada apenas a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e logo após foi decretado o recesso da Casa.

A mobilização desta segunda foi a terceira realizada pelos trabalhadores do Judiciário baiano na intenção de conseguir a aprovação do projeto da VPI. Os servidores também realizaram protestos na Alba nos dias 26 de junho e 3 de julho.

Apesar da não aprovação nesta última sessão, o SINTAJ continuará, como vem fazendo nos últimos sete anos, empenhando todos os esforços para que a VPI seja estendida para todos os trabalhadores que a ela têm direito, mas não recebem.

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

Comentários

Posts Relacionados