Notícias

Foto: Niassa Jamena/Sintaj

Fazendo valer, mais uma vez, a voz dos trabalhadores do Judiciário baiano o Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia (SINTAJ) saiu, pelo segundo ano consecutivo, na Mudança do Garcia. O desfile aconteceu, como todo ano, na segunda-feira de carnaval (27).

Foto: Niassa Jamena/Sintaj

O sindicato levou para o bloco reivindicações e insatisfações da categoria, principalmente contra o não pagamento do reajuste linear – negado pelo governador Rui Costa em 2016 e 2017 – e a falta de isonomia no tratamento dispensado pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) aos servidores e aos magistrados.

Foto: Niassa Jamena/Sintaj

O SINTAJ também protestou contra questões nacionais comum a todos os trabalhadores brasileiros, como a Reforma da Previdência proposta pelo governo Michel Temer, que pretende estipular 65 anos como idade mínima para a aposentadoria.

“Eu estou gostando que mais uma vez estejamos na Mudança da Garcia. Apesar de as pessoas as vezes acharem que é brincadeira, não é. É uma forma de a gente fazer o nosso protesto e marcar a nossa presença. Firmes e fortes”, argumentou Paula Carolina, servidora lotada no Fórum Regional do Imbuí, que acompanhou o seu sindicato na Mudança.

Foto: Niassa Jamena/Sintaj

A Mudança do Garcia é um tradicional bloco de protesto de Salvador, em que movimentos sociais, coletivos, sindicatos, centrais sindicais e movimentos independentes aproveitam a folia momesca para se manifestar contra questões que consideram relevantes e de interesse público.

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

Comentários

Posts Relacionados