Trabalhadores entregam ao coordenador dos Juizados projeto que diminui disparidades salariais

Foto: Niassa Jamena/Sintaj

Membros da coordenadoria executiva do SINTAJ (Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia) juntamente com representantes dos servidores que integram o grupo de trabalhadores que recebem os menores salários do TJ-BA (Tribunal de Justiça da Bahia) entregaram, nesta segunda-feira (31), ao coordenador dos Juizados Especiais, juiz Paulo Chenaud, o projeto que diminui as disparidades remuneratórias entre os servidores.

O juiz se comprometeu a analisar o texto e a dar uma resposta ao sindicato após finalizar o exame da proposta. O objetivo da análise do magistrado é apontar se há necessidade de fazer alterações na matéria.

O texto estabelece uma remuneração mínima para técnicos e analistas, minimizando assim as diferenças salariais que existem entre os trabalhadores da Justiça baiana.

Após o parecer de Chenaud, como foi acordado com a presidente do TJ-BA, desembargadora Maria do Socorro Santiago, o projeto será enviado pela gestora para a Comissão de Reforma e seguirá o trâmite necessário para ser votado na AL-BA (Assembleia Legislativa da Bahia). O texto foi elaborado pelo SINTAJ.

 

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

Deixe uma resposta