Coordenadoria do SINTAJ debate correção de distorções salariais com filiados sem VPE

A coordenadoria executiva do Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia (SINTAJ) se reuniu, nesta sexta-feira (5), com os filiados da instituição que não possuem a Vantagem Pessoal de Eficiência (VPE) – antiga GEE – para discutir com essa parcela da categoria uma saída viável para corrigir as distorções remuneratórias causadas pelo não recebimento do benefício.

A VPE foi extinta no ano de 2010 e, desde então, os servidores que entraram no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) não a recebem. Incluindo os que prestaram concurso enquanto a vantagem ainda estava em vigor, mas só foram empossados após o fim do pagamento da verba. Esse tem sido o principal ponto de luta do SINTAJ na atual mesa de negociação com o TJ-BA.


No encontro a coordenação do SINTAJ apresentou aos trabalhadores o estudo, ainda em desenvolvimento, que será levado ao Tribunal com o objetivo de tentar resolver o problema. O projeto foi detalhado após a coordenadora jurídica da entidade, Elizabete Rangel, explicar para os servidores todo o processo de negociação que tornou possível a elaboração de uma proposta com chances de ser efetivamente aplicada.

Os trabalhadores debateram o projeto montado pela coordenação e alguns filiados que não recebem a vantagem. Fizeram sugestões e tiraram dúvidas.


A intenção do sindicato é sanar de forma viável as disparidades financeiras entre os servidores mais antigos e os novos, já que não há justificativa econômica ou funcional para que isso aconteça.
A direção anotou todas as sugestões feitas que obtiveram consenso entre os filiados e irá avaliar a melhor forma de integrá-las ao projeto.

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

Deixe uma resposta