Trabalhadores do Judiciário baiano suspendem greve

Foto: Caique Oliveira/Sintaj

Os trabalhadores do Judiciário baiano suspenderam, nesta quarta-feira (5), a greve da categoria, que já durava 16 dias. O término do movimento paredista foi decidido em assembleia geral extraordinária.

Os servidores aceitaram a proposta feita pela presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargadora Maria do Socorro Santiago. A mandatária se comprometeu a implantar o pagamento da correção da tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS) no mês de outubro e a encaminhar para a comissão de reforma o projeto elaborado pelo SINTAJ (Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia), que estabelece uma remuneração mínima para os servidores. Não haverá corte de ponto.

A proposição foi feita em reunião realizada nesta terça-feira (4) entre o comando de greve e representantes da administração do TJ-BA. O encontro gerou uma ata em que estão registrados todos os termos sugeridos pela Corte. Para sacramentar o compromisso assumido pelo Tribunal, o documento foi assinado pela presidente, pelo coordenador dos Juizados Especiais, Paulo Chenaud e pelos membros do comando de greve.

Durante a assembleia houve intenso debate sobre acabar ou não com o movimento paredista, já que a insatisfação com a proposta apresentada pelo TJ-BA era generalizada. Os servidores não consideram o acordo feito uma vitória, mas a decisão foi tomada a partir de um balanço ponderado de todas as questões envolvidas na greve.

Contudo, apesar do fim da paralisação, a mesa de negociação continuará aberta. Ficou claro na reunião que os trabalhadores exigirão o cumprimento de tudo o que foi acordado com a presidente do Tribunal e darão continuidade à luta. O SINTAJ acompanhará de perto a efetivação de todas as promessas feitas pela Corte e permanecerá cobrando os outros itens da extensa pauta de reivindicações da classe.

Os demais pleitos dos trabalhadores serão tratados nas próximas rodadas de negociação. Inclusive o pagamento do reajuste linear e a correção do valor da indenização de transporte dos Oficiais de Justiça.

 

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

1 Comentário


    Warning: call_user_func() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'odin_comments_loop' not found or invalid function name in /home/sintaj/www/wp-includes/class-walker-comment.php on line 180

Deixe uma resposta