Postagens Recentes

  • SINTAJ apoia greve sanitária dos trabalhadores do Judiciário de Sergipe

    SINTAJ apoia greve sanitária dos trabalhadores do Judiciário de Sergipe0

    Pelo visto não é apenas o TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) que trata com descaso a vida dos seus trabalhadores e dos usuários da Justiça do seu estado. Nesta segunda-feira (3), os servidores do TJ-SE (Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe) iniciaram a greve sanitária da categoria. Assim como no

    LEIA MAIS
  • Saiba como usar a máscara corretamente

    Saiba como usar a máscara corretamente0

    Nesta semana o TJ-BA (Tribunal de Justiça da Bahia) divulgou os protocolos de segurança a serem seguidos quando ocorrer o retorno das atividades presenciais. Dentre as orientações, estão as instruções para uso, higienização e descarte de máscaras N95. Baseado no material elaborado pelo Tribunal, o SINTAJ criou o infográfico abaixo com as orientações para o

    LEIA MAIS
  • Lançamento do Fórum Baiano em Defesa do Serviço Público acontece nesta sexta0

    Nesta sexta-feira (31) acontecerá a plenária de lançamento do Fórum Baiano em Defesa do Serviço Público. O evento acontecerá de forma virtual, às 16h, através da plataforma Zoom. A plenária poderá ser assistida no canal do YouTube do SINDFISCO neste link: youtu.be/c-XFI9JZko O Fórum é uma iniciativa de várias entidades representativas dos trabalhadores do serviço público

    LEIA MAIS
  • Nota de apoio à greve sanitária dos trabalhadores do TJ-SP

    Nota de apoio à greve sanitária dos trabalhadores do TJ-SP0

    Em uma assembleia virtual realizada pelo Sintrajus-SP, nesta segunda-feira (27), os trabalhadores do TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) deflagraram uma greve sanitária para protestar contra o retorno às atividades presenciais instituído pela Corte. Desde o início da pandemia, o estado de São Paulo está na liderança do número de casos e

    LEIA MAIS
MAIS NOTÍCIAS

Saiu na imprensa

  • Equidade racial na magistratura só será alcançada em 24 anos0

    Por Roberta Paola Levantamento realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aponta que a equidade racial na magistratura brasileira só será alcançada no ano de 2044. Ou seja, somente daqui um quarto de século o quadro de juízes no país será composto por, pelo menos, 22,2% de pessoas negras e pardas. Divulgado inicialmente em 2014,

    LEIA MAIS

Convênios

MAIS DE CONVÊNIOS

Revista SINTAJ

EDIÇÃO JUNHO

Calculadora da Aposentadoria Servidor Público

CALCULE

SINTAJ TV

MAIS SINTAJ TV

Tabela de Pagamentos 2020

Tabela-de-Pagamento-2020

Assine nossa Newsletter