Campanha Janeiro Branco alerta para importância da atenção à Saúde Mental e Emocional

Campanha Janeiro Branco alerta para importância da atenção à Saúde Mental e Emocional

Criada com a proposta de chamar a atenção da humanidade para as questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental e Emocional das pessoas e das instituições humanas, a Campanha Janeiro Branco serve como um alerta para que essas questões sejam pensadas o ano inteiro. Ainda muito estigmatizada e rodeada de preconceitos as doenças e transtornos mentais ganharam destaque durante a pandemia da Covid-19, segundo os especialistas houve não apenas um agravamento dos casos, mas o surgimento de novas questões envolvendo a temática. Vale salientar que mesmo antes da pandemia os números relacionados às doenças de aspecto psicológico já eram alarmantes. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 18,6 milhões de brasileiros sofrem com ansiedade e, nas Américas, os transtornos mentais são responsáveis pela incapacitação de mais de um terço das pessoas.

 Ciente da importância do cuidado com a saúde mental e emocional das pessoas o Sintaj oferece aos seus filiados, por meio do Serviço Social, todo o apoio necessário para que eles encontrem ajuda capacitada para tratar destas questões. Segundo a assistente social Raquel Carvalho, responsável pelo atendimento no Sintaj, desde a sua implantação, em julho de 2021, o serviço identificou uma quantidade significativa de filiados que precisam de acompanhamento psicológico, principalmente os aposentados. Entretanto, segundo ela, poucos reconhecem essa necessidade.

“O que eu tenho feito é tentar fazer com eles percebam a necessidade. Venho trabalhando para construir vínculos com o servidor, entendendo suas necessidades e buscando possibilitar o atendimento aos serviços de saúde especializados, orientando-os sobre os caminhos para ter acesso ao serviço pelo Planserv e fazendo o encaminhamento para uma clínica conveniada”, explica Raquel.

Outro ponto importante destacado pela profissional é a importância da participação da família. “Na mediação de conflito busco trazer a importância da participação da família no cuidado, principalmente junto ao idoso (em especial aqueles que estão com a saúde fragilizada), sempre voltado para qualidade de vida e bem estar. Além disso, percebo que durante o atendimento com os aposentados grande parte do público só querem ser ouvidos, por isso é tão importante o apoio dos familiares. Destacamos ainda que as informações coletadas no atendimento são sigilosas, pois faz parte do compromisso de ética profissional resguardar o sujeito a todo tempo”, afirma.

“Ressaltamos que, mais do que nunca, precisamos rechaçar o preconceito e os tabus que envolvem as doenças e transtornos da mente, reconhecendo a necessidade de tratamento e do quão importante é buscar ajuda de um profissional capacitado. Que o Janeiro Branco sirva de alerta para que devemos cuidar da nossa mente o ano inteiro”, afirma Paulo Fernando, Coordenador de Convênios, Cultura, Promoção Social e Esportes.

O Serviço Social do Sintaj funciona preferencialmente de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h e, devido a pandemia, está sendo realizado de maneira virtual, até que seja seguro voltar com os atendimentos presenciais. Para ter acesso basta entrar em contato com o sindicato, através dos nossos canais de comunicação: telefones 71 3242-3642 ou 71 99604-5806 (whatsapp) ou pelo email [email protected].

sintaj
sintaj
EDITOR
PERFIL

Posts Carousel

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas postagens

Mais comentados

Vídeos