Categoria decide pela manutenção do Teletrabalho pela vida

Categoria decide pela manutenção do Teletrabalho pela vida

Em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira, 21, a categoria decidiu pela manutenção do Movimento pelo Teletrabalho em Defesa da Vida, estratégia adotada na última assembleia do dia 29 de maio.
A reunião aprovou também o estado permanente de Assembleia, que dá a possibilidade de sua convocação a qualquer tempo para deliberar sobre esse movimento.
Para além desses pontos, o SINTAJ abrirá um PA solicitando do Tribunal de Justiça da Bahia a adoção de medidas para o retorno das atividades com toda segurança. Os pontos elencados foram:
1. Imunização completa da categoria;
2. Limitação do atendimento;
3. Álcool em gel em todas a unidades, bem como redistribuição de máscaras de qualidade (PFF2) em quantidade suficiente para todos os servidores;
4. Respeito ao distanciamento social;
5. Testagem periódica dos servidores;
6. Retorno respeitando os números inferiores aos níveis de contaminação de quando foram editados os decretos da fase 2;
7. Definição de parâmetros para o rodízio dos servidores e servidoras.
8. Respeito aos parâmetros estabelecidos no decreto 414 de 29 de junho de 2020, do TJBA.

O SINTAJ continuará lutando pela preservação da vida da categoria e também na defesa do atendimento à população, já que o referido movimento não se traduz em suspensão dos serviços a que a população tem direito.

3 comentários
sintaj
sintaj
EDITOR
PERFIL

Posts Carousel

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

3 Comentários

  • Avatar
    Adelheit Cedraz Zimmer
    21 de julho de 2021, 21:04

    Aprovo completamente a medida e conto com a eficácia de sempre desse sindicato.

    REPLY
  • Avatar
    Adelheit Cedraz Zimmer
    21 de julho de 2021, 21:16

    Aprovo a decisão do meu sindicato e conto com a sua constante atuação.

    REPLY
  • Avatar
    ADELHEIT CEDRAZ ZIMMER
    27 de julho de 2021, 15:56

    Gostaria que obtivessem esclarecimentos de quais procedimentos de controle que o Tribunal de Justiça está adotando para saber se o servidor está ou não vacinado? A respeito dos servidores que não tomaram a vacina (ou rejeitam), assim como os estagiários que geralmente são jovens e não alcançaram o benefício das vacinas, tendo em vista que o Artigo 2º e seus parágrafos do Ato Normativo Conjunto nº 20 de 15 de julho de 2021 não deixou claro a respeito dos procedimentos a serem adotados nesses casos: esses servidores e estagiários poderão está junto aos demais servidores numa mesma sala de trabalho? Isso não traria risco para os demais servidores em atividade presencial?

    REPLY

Últimas postagens

Mais comentados

Vídeos