SINTAJ apoia greve sanitária dos trabalhadores do Judiciário de Sergipe

SINTAJ apoia greve sanitária dos trabalhadores do Judiciário de Sergipe

Pelo visto não é apenas o TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) que trata com descaso a vida dos seus trabalhadores e dos usuários da Justiça do seu estado. Nesta segunda-feira (3), os servidores do TJ-SE (Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe) iniciaram a greve sanitária da categoria. Assim como no caso dos colegas paulistas, os companheiros sergipanos estão tendo que lutar para preservar as suas vidas e a da população.

O retorno ao trabalho presencial no TJ-SE estava marcado para esta segunda. No entanto, o Brasil segue sendo o segundo país em número de mortes por Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos. Neste sábado (1º) o país registrou 1.048 mortes por Covid-19 e 42.578 novos casos, totalizando 93.616 mortos e 2.708.876 infectados. Mas ao que tudo indica, esses dados parecem não importar para o TJ-SE.

Visando a preservação de vidas, os trabalhadores do Judiciário sergipano, liderados pelo Sindijus-SE, seguem em teletrabalho e não comparecerão hoje aos seus postos de trabalho presenciais. A greve não significa a interrupção das atividades, mas sim que os servidores seguirão exercendo as suas funções de forma remota.

O SINTAJ presta todo o seu apoio e solidariedade aos colegas de Sergipe e se coloca à inteira disposição do Sindijus-SE para o que for necessário. Enquanto instituição representativa de trabalhadores, o sindicato sabe da importância do movimento. Não é razoável que as administrações dos Tribunais relativizem a vida das pessoas. Seguimos juntos!

sintaj
sintaj
EDITOR
PERFIL

Posts Carousel

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas postagens

Mais comentados

Vídeos