Notícias

Foto: Niassa Jamena/Sintaj

Nesta terça-feira (4) membros da coordenação do SINTAJ e trabalhadores do Judiciário baiano participaram de mobilização na Alba (Assembleia Legislativa da Bahia) para tentar impedir a aprovação do regime de urgência para a tramitação do projeto que aumenta a alíquota previdenciária dos servidores públicos de 12% para 14%. A mobilização foi organizada por trabalhadores e entidades representativas de várias categorias do funcionalismo baiano.

Apesar do protesto dos trabalhadores, o governador Rui Costa, autor da proposta, conseguiu aprovar o requerimento sem maiores problemas. Rui tem maioria na Casa Legislativa.

Nesta quinta (6) os trabalhadores organizarão mais uma mobilização para barrar o projeto em si. A concentração está marcada para às 13h na Alba. O governador alega que há um rombo na previdência de cerca de R$ 4 bilhões e tenta fazer com que os servidores paguem a conta do déficit. No entanto, os trabalhadores acreditam que há outras soluções possíveis e têm propostas a apresentar. O SINTAJ convocará toda a categoria para participar do ato.

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

Comentários

Posts Relacionados