Notícias

Em sua participação no Programa do Trabalhador deste sábado (17), transmitido pela Rádio Metrópole, o coordenador geral do SINTAJ (Sindicato dos Servidores dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia), Antonio Jair, falou sobre a conjuntura política para a votação da Reforma da Previdência.

“O Governo Federal procura adotar medidas diferentes. A classe trabalhadora está sempre se defendendo dos ataques e eles [os membros do governo] procuram sempre mudar de estratégia. Nós não sabemos de forma conclusiva qual a motivação e a repercussão que terá a intervenção das forças armadas no Rio. Durante uma intervenção nenhuma emenda pode ser aprovada. A gente fica se perguntando qual a intenção do governo em aprovar essa intervenção”, explicou.

Jair também comentou a participação do SINTAJ na articulação da resistência através do movimento sindical. “Nós estamos aqui [em Brasília] para interferir diretamente, como trabalhador, nas decisões. Nós do SINTAJ, através do nosso corpo jurídico, conseguimos um dispositivo que vai nos permitir participar dentro do Congresso Nacional. Mas mesmo com esse salvo conduto a gente vai avaliar com os nossos parceiros de luta se vamos entrar ou participar do lado de fora”.

Durante a sua fala o coordenador ainda afirmou que todos os trabalhadores do Judiciário baiano foram incentivados pelo sindicato a participar das mobilizações contra a Reforma que ocorrerem em suas respectivas cidades nesta segunda-feira (19) e disse acreditar que o movimento de trabalhadores conseguiu esclarecer o povo brasileiro sobre os riscos da proposta.

“A população já está alerta. Nós já passamos para o povo a noção de que essa propaganda do governo sobre a previdência é recheada de informações equivocadas. Não passa por nenhum crivo técnico. A própria CPI [Da Previdência] já provou de todas as formas que a previdência não é deficitária e sim superavitária”.

A participação de Jair no Programa do Trabalhador ocorre quinzenalmente aos sábados. A atração vai ao ar às 7h. A próxima entrevista do coordenador acontecerá no dia 3 de março.

 

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

Comentários

Posts Relacionados