Notícias

Foto: Kylyana Queiroz/Sintaj

Em assembleia extraordinária realizada na manhã deste sábado (21) os trabalhadores do Judiciário baiano filiados ao SINTAJ decidiram que o sindicato, uma vez que ganhe alguma das causas ligadas aos processos coletivos e individuais que tramitam sob a responsabilidade da assessoria jurídica da entidade, poderá arrecadar um percentual de 3% do valor destinado a cada filiado.

A decisão foi tomada para que o sindicato tenha como manter a estabilidade do seu lastro financeiro e, assim, manter o nível da luta que vem empenhando em favor da sua base, já que houve uma queda de receita para a entidade com o fim do imposto sindical.

Foto: Kylyana Queiroz/Sintaj

Houve um intenso debate sobre a questão, mas o encaminhamento feito pela mesa foi aceito pela categoria, que compreendeu que a arrecadação será revertida para os próprios trabalhadores em forma de luta e ações.

Durante a reunião também foram ratificadas as condições já praticadas pelo sindicato em relação a processos administrativos e judiciais, passados informes sobre os processos correntes sob a tutela do sindicato e foi discutida a pauta de reivindicações, na qual o SINTAJ continua e continuará empenhado junto ao TJ-BA. Todos puderam expor opiniões e fazer questionamentos sobre os assuntos abordados.

 

sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

Comentários

Posts Relacionados