Auxílio-saúde para aposentados (as), reajuste de 18% e pagamento dos passivos foram tema de pauta com Presidente do TJBA

Auxílio-saúde para aposentados (as), reajuste de 18% e pagamento dos passivos foram tema de pauta com Presidente do TJBA

Hoje, (01), os coordenadores do SINTAJ Adelson Costa e Mozart Pedra e os diretores do Sinpojud Manoel Suzart e Maria José (Zezé), se reuniram com o Presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), o desembargador Nilson Castelo Branco e sua equipe de trabalho para tratar dos seguintes assuntos: auxílio-saúde, proposta de reajuste de 18% e o Cronograma de pagamento dos passivos.

Membros do SINTAJ em reunião com Presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), o desembargador Nilson Castelo Branco. Foto: Ascom/Sintaj

A pauta foi aberta com a solicitação de uma atenção especial quanto ao pagamento por resolução do auxílio-saúde as aposentadas, aposentados e pensionistas, onde o SINTAJ sugere a criação de um sistema que permitisse a solicitação a partir deste e o TJBA realizasse o pagamento em conta corrente.

Segundo Adelson, eles são os mais prejudicados, principalmente com os aumentos do Funprev e Planserv, além da redução do teto de isenção do Funprev para 3 (três) salários mínimos através da Lei 14.250/20. Sendo assim, existe uma preocupação com a realidade destes que se dedicaram ao Poder Judiciário.

Portanto, a criação de uma resolução permitiria o pagamento desse auxílio, até que se fizesse uma Lei que regulamentasse. O SINTAJ se colocou totalmente a disposição para colaborar no que quer venha a ser elaborado para atender a essa pauta.

O segundo assunto tratado foi quanto ao reajuste dos 18%, seguindo os moldes da Justiça Federal. O pagamento seria realizado em 4 parcelas, sendo 5% em abril e 4,25% em agosto de 2023 e 4,25% em janeiro e 4,50% em julho de 2024, sem prejuízo da revisão geral linear. Para esse assunto, o SINTAJ informou que foi aberto um Processo Administrativo e feita a solicitação da análise e estudos de impacto.

O terceiro e último ponto da pauta foi quanto a continuação de pagamento dos passivo referente a correção do PCS, anteriores a 2015. Sobre este tema, foi informado que será realizada uma análise.

O Presidente ouviu atentamente as solicitações e se prontificou a analisar cada uma delas.

6 comentários
sintaj
sintaj
EDITOR
PERFIL

Posts Carousel

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

6 Comentários

  • Avatar
    Iracema
    1 de dezembro de 2022, 22:10

    O reajuste para os Técnicos Judiciários deveria ser diferenciado. A categoria vem sendo prejudicada nessas políticas de aumento salarial. Os Analistas recebem vantagens bem superiores; o aumento em questão não resolve a defasagem de salário que os Técnicos sofreram durante todos esses anos. Porque não colocaram em pauta o pagamento do Abono de Permanência retroativo? Os Técnicos, em Cartório, fazem quase ou todos os atos que eram atribuições dos Analistas. Por isso deveriam receber as mesmas gratificações. Vamos lá SINTAJ e SINPOJUD façam alguma coisa para a classe que é maioria no Judiciário mas, com uma atenção especial.

    REPONDER
    • Avatar
      josevandro santos@Iracema
      5 de dezembro de 2022, 08:06

      Os Analistas Judiciários têm sido tão ou mais prejudicados que os Técnicos, pois estes tiveram ganhos maiores que os Analistas nos últimos planos de cargos, é lastimável que servidores clamem por discriminação de ocupantes de outros cargos, deveriam estudar e fazer concurso para Analista, caso achem ser Analista tão vantajoso, estou pensando em fazer para Técnico, visto à intenção de inversão de valores

      REPONDER
      • Avatar
        Ana@josevandro santos
        18 de dezembro de 2022, 20:51

        Exatamente, acho que os técnicos que estão insatisfeitos com seu emprego, no lugar de ficar falando do salário dos Analistas, Deveriam estudar pra fazer concurso, uma vez que não estão contentes
        E parar de invejar

        REPONDER
    • Avatar
      josevandro santos@Iracema
      5 de dezembro de 2022, 08:15

      Analistas Judiciários, ocupantes dos cargos de Atendentes judiciários, além das funções inerentes ao cargo, fazem serviço de secretaria, analisando petições, estas gratificações mencionadas pela colega, recebidas apenas pelos Analistas, seriam fruto apenas da imaginação dela, pois até os ocupantes do, extinto, cargo de Auxiliar Judiciário ganham mais que muitos Analistas, pois a GEE deles é quase o dobro da dos Analistas

      REPONDER
    • Avatar
      Josevandro@Iracema
      16 de dezembro de 2022, 07:21

      Ninguém percebeu que o índice de reajuste, proposto, par aos Técnicos na proposta de plano de cargos é duas vezes e meia a proposta para os Analistas, isto é mais do que discriminação para com estes, temos um sindicato que representa mais os Técnicos do que os Analistas, o índice deveria ser igual para todos os cargos.

      REPONDER
  • Avatar
    MOACIR NUNES SOUZA
    1 de dezembro de 2022, 23:25

    E justo e necessário o auxílio saúde para nós aposentados que gastamos boa parte do que ganhamos com planos de saúde e medicamentos. Reajuste, muito embora não reponha as perdas, será uma boa forma de amenizar a corrosão do nosso poder aquisitivo ao longo desses 10 anos. PCS que tem sido uma luta ferrenha, vem em hora boa.
    Parabéns ao Sintaj.

    REPONDER

Últimas postagens

Mais comentados

Vídeos