Categoria delibera por estado de greve

Assembleia 11 de maio

O SINTAJ na manhã da última segunda feira (11) realizou Assembleia Geral Extraordinária com paralisação de 24 horas e indicativo de greve, em frente à sede do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.

Como principais assuntos, destacaram-se as reivindicações quanto à reposição inflacionária – visto que até o presente momento o Presidente Eserval Rocha não havia encaminhado o projeto de Lei para a Assembleia Legislativa da Bahia; atualização da tabela do PCS; VPE e progressão funcional.

No decorrer da assembleia, a categoria deliberou que serão realizadas paralisações de quinze em quinze dias, sempre as quartas-feiras a partir do dia 13/05, até o dia da próxima assembléia, que ficou agendada para o próximo mês. A categoria decidiu também que se manterá em estado de greve podendo a qualquer momento deflagrar um movimento paredista.

Assembleia 11 de maio2

Ao término da assembleia, todos os servidores presentes encaminharam-se as dependências do Tribunal com a finalidade de realizar panfletagem informativa aos demais servidores, contudo, parte do grupo foi impedida pelos policiais militares, estes responsáveis pela segurança do Tribunal de Justiça, informando ao grupo de servidores, que receberam ordem da administração do Tribunal para não permitir a ação sindical.

Assembleia 11 de maio1

O SINTAJ, diante de tal situação, solicitou imediatamente uma reunião com a administração para que pudesse resolver o impasse, pois, é prerrogativa dos sindicatos a realização de ações sindicais sem qualquer impedimento, desde que a ordem seja mantida. Os servidores, em nenhum momento da assembleia e panfletagem agiram de maneira a transgredir as normas de segurança pública.

Após contato realizado pelo comando da Polícia Militar com a administração do Tribunal, a Coordenadoria do SINTAJ foi recebida pelo Diretor Geral do Tribunal, Dr. Franco Bahia. Nesta oportunidade, foi informado pelo Diretor Geral das dificuldades que o TJ está passando, que não há má vontade em enviar a mensagem de reajuste dos servidores ao legislativo e que o tribunal está em estudo junto ao executivo para solucionar esse impasse. Comprometeu-se ainda, para esta semana, estar solicitando autorização junto ao Presidente do TJBA, para expor ao SINTAJ e outras entidades, antes da próxima assembleia, todo panorama financeiro e orçamentário atual do Tribunal de Justiça com o intuito de deixar a categoria a par da situação.

Diante disto, a categoria deliberou por se manter em estado de greve, podendo a mesma ser deflagrada a qualquer momento caso os direitos dos servidores não sejam respeitados.

Sindicato FORTE, servidor RESPEITADO!

sintaj
sintaj
EDITOR
PERFIL

Posts Carousel

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas postagens

Mais comentados

Vídeos