Nota de apoio à greve dos trabalhadores do Judiciário mineiro

O SINTAJ vem a público declarar apoio à greve dos trabalhadores de 2ª instância do TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), iniciada nesta terça-feira (19) e liderada pelo Sinjus-MG (Sindicato dos Servidores da Justiça de 2ª instância do Estado de Minas Gerais).

O movimento paredista é uma reação da categoria ao descumprimento, por parte do TJ-MG, das leis Nº 23.173/2018 e Nº 18.909/2010, que, respectivamente, institui os auxílios saúde e transporte e determina a revisão anual da Data-Base dos servidores. A Data-Base de 2018 está vencida há dez meses e a categoria já realizou uma paralisação para chamar atenção para o caso.

O TJ-MG se recusa a negociar e alega impossibilidades financeiras para atender o pleito dos trabalhadores. No entanto, o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias, tem atendido demandas recentes de magistrados. Neste ano, juízes tiveram os salários e os auxílios-saúde e livro reajustados em mais de 16%, além do direito de ter indenizadas as férias-prêmio.

Enquanto entidade sindical que atua em defesa de todos os trabalhadores brasileiros, o SINTAJ presta todo o seu apoio e solidariedade aos colegas do Judiciário mineiro. Nós sabemos das dificuldades que o trabalhador enfrenta para conseguir valer os seus direitos e sabemos que desistir não é uma possibilidade. Sigamos Juntos!

 

sintaj
sintaj
EDITOR
PERFIL

Posts Carousel

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Últimas postagens

Mais comentados

Vídeos