Após reivindicações dos sindicatos, TJ-BA adia implementação do Balcão Virtual

Após reivindicações dos sindicatos, TJ-BA adia implementação do Balcão Virtual

Após os esforços coordenados do SINTAJ e do SINPOJUD para evitar a implementação sem planejamento do Balcão Virtual, o TJ-BA (Tribunal de Justiça da Bahia) decidiu, através do Ato Conjunto nº 6, adiar o início do uso da ferramenta do dia 23 de março para o dia 5 de abril. O sindicato abriu um PA (Processo Administrativo) pedindo a suspensão do processo de implantação do balcão e negociou, juntamente com o SINPOJUD a postergação em reunião realizada com a administração da Corte na última segunda-feira (22). O Balcão Virtual é uma plataforma de videoconferência que permite que o atendimento de recepção das unidades judiciárias seja feito on-line.

As direções de ambas entidades pediram a suspensão do processo de implementação da ferramenta devido à falta de condições de os servidores, que estão em teletrabalho, conseguirem utilizar a plataforma adequadamente e, assim, prestar um atendimento eficiente à população e aos advogados. Para rodar uma plataforma de vídeos e executar todas as tarefas necessárias às suas atividades todos os trabalhadores deveriam ter equipamentos de ponta e conexões de internet de qualidade em suas casas, o que não é uma realidade na maioria dos casos.

Na reunião, a administração do TJ-BA se comprometeu a sanar todas as dúvidas dos trabalhadores e a avaliar a viabilidade das sugestões, para uma melhor implantação do balcão, que estes enviarem. A coordenadoria do SINTAJ abriu, em suas redes sociais, uma consulta para recolher as ideias, críticas e sugestões da sua base e as apresentará em uma nova reunião que aconteceria nesta quinta (25), mas que foi adiada para a próxima terça (30), a pedido das entidades para dar mais tempo de recolher as sugestões, críticas e dúvidas da categoria.

1 comment
sintaj
sintaj
EDITOR
PERFIL

Posts Carousel

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

1 Comment

  • Avatar
    Ivo DOS Santos Ramos
    25 de março de 2021, 19:40

    Acredito que um funcionário pode atender com segurança em casa.
    De cada unidade.
    Devemos lembrar do direito administrativo. Que supera o individual.
    Confio no PJBA.

    REPLY

Últimas postagens

Mais comentados

Vídeos