Notícias

Nota de Apoio ao movimento grevista dos trabalhadores do Poder Judiciário da Bahia

A Direção do Sindijus (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe) vem por meio desta nota apoiar o movimento paredista deflagrado no dia 19 de junho pelo SINTAJ, sindicato que representa os servidores dos Juizados Especiais, dos Juizados da Infância e Juventude e das Secretarias do Poder Judiciário baiano.


Ao mesmo tempo em que apoiamos o movimento e reconhecemos a importância da defesa de direitos da categoria bem como suas reivindicações, repudiamos a postura da gestão do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) ao não respeitar a mesa de negociação quebrando o longo processo que vinha sendo estabelecido.

Ressaltamos ainda que tanto o processo de negociação quanto a greve são direitos da classe trabalhadora e ferramentas fundamentais em sua luta por melhores condições salariais e de trabalho. Sendo, neste caso específico, uma mobilização que reivindica pagamento do reajuste linear, negado há dois anos pelo governador Rui Costa; o pagamento da Vantagem Pessoal de Eficiência (VPE) – antiga GEE – para os servidores que não a recebem e dos passivos devidos pelo TJ-BA; regulamentação das férias e tratamento isonômico entre todos os membros do Tribunal.


Entendemos que os pleitos da categoria são legítimos e, portanto, reforçamos a necessidade de que a gestão do TJBA respeite as trabalhadoras e trabalhadores do órgão.


Firme na luta, Sintaj!

Direção do Sindijus/SE

Comentários

Posts Relacionados