Notícias

Após reunião entre as centrais sindicais na última segunda-feira (05), lideranças sindicais alinharam uma nova greve e manifestações contra as reformas Trabalhista e Previdenciária em vários estados, além de pedir por Diretas Já. 

Lideranças das centrais sindicais brasileiras se reuniram na última segunda-feira (05), na cidade de São Paulo, onde confirmaram uma nova Greve Geral que ocorrerá em todos os estados brasileiros no dia 30 de junho, última sexta-feira do mês. A FENAJUD (Federação Nacional dos Servidores do Judiciário nos Estados) enviou um comunicado nesta quinta-feira (08) aos sindicatos da base onde conclama as entidades filiadas a convocar os trabalhadores e as trabalhadoras do judiciário estadual para que possam paralisar suas atividades na data proposta.

De acordo com comunicado emitido pelas centrais, durante o ato os sindicatos e federações deverão continuar alertando trabalhadores e trabalhadoras sobre os riscos que corremos de perda de direitos trabalhistas.

Participaram da reunião a Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Força Sindical (Força), Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Central Sindical e Popular (CONLUTAS) e Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e A Pública – Central do Servidor.

IMPRENSA/FENAJUD

Comentários

Posts Relacionados